I Fórum Universitário de Paradiplomacia promove simulação sobre “Mobilidade Urbana” em São Paulo

Evento organizado pela Assessoria Especial para Assuntos Internacionais do Governo do Estado de São Paulo, o I Fórum Universitário de Paradiplomacia é uma iniciativa inédita no mundo

Participantes da Simulação do I Fórum Universitário de Paradiplomacia 2 Durante dois dias, o I Fórum Universitário de Paradiplomacia reuniu no Palácio dos Bandeirantes cerca de 200 estudantes de Relações Internacionais para debater as melhores práticas da paradiplomacia em São Paulo e no mundo.

Na manhã de quinta-feira (22), Rodrigo Tavares, Assessor Especial para Assuntos Internacionais do Governo do Estado de São Paulo, abriu o evento destacando o interesse mundial em torno do tema e a importância que ele exerce.

[Título da Pauta]

O primeiro dia reuniu especialistas brasileiros e estrangeiros, que participaram de três mesas de debates, sobre “A Internacionalização dos Entes Subnacionais”, “Limites Jurídicos e Potencialidades da Cooperação Internacional Descentralizada” e “Atores da Cooperação Internacional Descentralizada”. Os participantes discorreram sobre as principais questões que cercam as relações internacionais praticadas por governos de estado, cidades e organismos internacionais e de como elas vêm ocupando um espaço central na política mundial. Também falaram dos desafios existentes, como o contexto jurídico da prática da paradiplomacia.

Participaram destes painéis Helena Monteiro, Coordenadora de Cooperação da Assessoria Especial para Assuntos Internacionais do Governo de São Paulo, Vicente Trevas, Secretário Adjunto de Relações Internacionais da Prefeitura de SP, Chyara Sales, Chefe daAssessora Internacional do Governo de Minas Gerais, Élise Racicot, Diretora do Escritório do Governo do Québec em São Paulo, Gustavo Servilha Executivo Público da Assessoria Internacional da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, Marcela Garcia Fonseca, professora na pós-graduação em Gerente de Cidades da FAAP, José Blanes Sala, professor no Curso de Relações Internacionais e Políticas Públicas da Universidade Federal do ABC, Fernanda Cassiano, Assessora de Cooperação Internacional do Governo de São Paulo, Adalberto Maluf, Diretor Regional por São Paulo da C40 Cities, Niklas Stephan, Oficial de Cooperação Sul-Sul da UNICEF e Suelma Rosa dos Santos, Diretora da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira.

Na sexta-feira (23), Rodrigo Tavares apresentou as “Novas Tendências nas Relações Internacionais” e detalhou a estratégia adotada nos últimos anos para tornar São Paulo um player global. Ele destacou o portfólio de mais de 100 projetos ativos de cooperação internacional que o Estado mantém com mais de 100 países, além das cerca de 450 delegações estrangeiras que visitam, por ano, o governo paulista.

“São números que demonstram a robustez e dinamismo da área internacional do Estado, cujo principal foco é beneficiar diretamente a população em áreas como habitação, educação, segurança, mobilidade e saúde”, afirmou Tavares. [Título da Pauta]

Na seqüência, Rodrigo convidou o diplomata Ministro Laudemar Aguiar para um bate-papo com os estudantes, onde puderam discutir as vantagens e resultados da paradiplomacia para o país. Em sua fala, Laudemar ressaltou a importância dessa atuação internacional.

“As relações internacionais não podem estar dissociadas do resto do governo. Queremos ser inspiradores de bons projetos e ao mesmo tempo nos inspirar em boas práticas ao redor do mundo”, afirmou Laudemar.

Inédito no mundo

Durante os dois dias de eventos, estudantes pré-selecionados de 10 cursos de Relações Internacionais de universidades de São Paulo de uma Simulação de Cooperação Internacional Descentralizada em “Mobilidade Urbana”.

Estudantes trabalhando na Simulação de Cooperação Internacional Descentralizada em 'Mobilidade Urbana'

O estudante de Relações Internacionais da ESPM, Rodolfo Uras, participou de todas as atividades do evento e considerou a simulação algo inovador. “O que ficou de mais importante foi o treino da habilidade de negociar durante a simulação. Isso inovou porque quebrou aquela coisa básica de debate moderado”, disse Uras.

Para Rafael Pinheiro, estudante de Relações Internacionais da Faculdade Belas Artes, o que mais o marcou foi “confirmar a existência dessas novas possibilidades da carreira com outras oportunidades de trabalho para o profissional de Relações Internacionais. Além de obter informações de profissionais atuantes”.

Os alunos puderam compreender a dinâmica da Cooperação Internacional, aprendendo a elaborar projetos e convergir interesses, e todos os grupos conseguiram propor interessantes iniciativas para melhorar a mobilidade urbana em São Paulo. O Grupo que formulou o melhor acordo recebeu menção honrosa do Governo do Estado de São Paulo.

Conheça mais sobre o I Fórum Universitário de Paradiplomacia acessando www.facebook.com/forumparadiplomacia

E siga o instagram @forumparadiplomacia

Acompanhe também as Relações Internacionais do Governo do Estado de São Paulo através do twitter @globalsaopaulo e do site http://www.saopauloglobal.com

Advertisements

Comentários

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s