O que os Livros não Dizem

large__12323280503

Por Fábio Rua

Participo frequentemente de palestras sobre o mercado de trabalho em Relações Internacionais e, embora o faça com prazer, sempre me questiono a razão de tamanho interesse.  É impressionante a atenção e convergência de olhares que recebo quando começo a falar sobre as minhas experiências e dicas profissionais.  Não que a minha história seja tão brilhante ou diferenciada, mas a verdade é que as expectativas e aspirações dos alunos, professores e mercado de trabalho teimam em não convergir.   Principalmente em RI!

Quem faz faculdade para deixar os pais contentes ou para arrumar um emprego e pagar as contas, peço que não siga na leitura deste post, não me adicione nas redes sociais e não frequente as minhas palestras.  Quero chamar a atenção de pessoas realmente dispostas a fazer a diferença e a deixar um legado neste mundo.  Pode parecer clichê, não me importo.  Mas os desafios da nossa sociedade só serão endereçados apropriadamente se tivermos pessoas com visão, capacidade analítica, de materialização de ideias e vontade de fazer a diferença.

E quer saber, eu vejo isto em uma série de profissionais de Relações Internacionais.  Indivíduos que já podem ser considerados vencedores por terem tido a coragem de escolher o caminho mais difícil, já que esta é uma profissão ainda desconhecida e sem um caminho definido.

Se quiser chegar lá (seja aonde for), o graduado em RI precisa, antes de mais nada, aprender a vender as suas potencialidades e diferenciais.  E acreditem, se fizemos a lição de casa, temos vários.  E não importa se você lembra o que leu de Fukuyama, Kissinger, Marx, Hobsbawm, Maquiavel ou Hobbes.  Ao final, o que o mundo precisa são de pessoas que, conhecendo os erros e acertos do passado, podem formular e contribuir para um futuro mais promissor.

Precisamos de indivíduos que pensem fora da caixa, que tenham coragem, argumentos fundamentados, que saibam se comunicar, se relacionar, que se comprometam.   Por mais estranho que isto possa soar, são estas as capacidades que você desenvolverá se perceber a importância de uma formação sólida em RI.  E quando eu digo sólida, refiro-me a uma imersão equilibrada entre o teórico e o prático, entre a introspecção literária e a expansão das redes, entre o aprender e o livre pensar.  A bola está no seu campo.

Me comprometi com este blog a escrever três posts em um curto espaço de tempo.  Nos próximos, falarei sobre engajamento político e sobre as diversas variações do conceito de Relações Internacionais para as empresas.  Espero que gostem.

Sobre o autor

image (1)

Fabio Rua é diretor de Relações Governamentais e Políticas Públicas da IBM Brasil. Graduado em Relações Internacionais pela FAAP, possui pós-graduação em Diplomacia Econômica pela UNICAMP e mestrado em Gestão de Negócios Internacionais pela FGV/RJ.

Foto: ch.weidinger via photopin cc

Advertisements

3 responses to “O que os Livros não Dizem

  1. Fábio, adorei o post e compartilho do mesmo pensamento que o seu. Como bacharel em RI posso dizer que 90% dos meus amigos não sabiam (ou até hoje não sabem) ao certo como aplicar suas habilidades no mercado de trabalho, mas a sede de fazer a diferença e de se comunicar estava presente na grande maioria. Me lembro que os debates nunca duravam menos de 2 horas e que a vontade de mostrar a sua opinião era algo nítido! Espero que essas pessoas apaixonadas que conheci continuem com as mesmas características, pois o curso de RI não apenas nos estimula a pensar fora da caixa como também nos ensina a ver o mundo de uma forma muito mais crítica.

  2. Pingback: O profissional de RI não é mais um ilustre desconhecido | International Connectors·

  3. Pingback: Futebol e religião não se discutem. Política, SIM! | International Connectors·

Comentários

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s