Viagem acadêmica estreita relações entre Brasil e China

Que tal conhecer a China e ter aulas na Peking University, uma das melhores universidades do mundo? Conheça o programa Descovering China. Participantes que colocarem na ficha de inscrição que ficaram sabendo sobre o programa através do Internatonal Connectors terão desconto de 100 dólares na taxa de inscrição.

foto 7

Por Cesar Alves Ferragi (Zare)

A ESPM organiza, pelo 3º ano consecutivo, a viagem “Discovering China”, aberta para alunos e ex-alunos de qualquer universidade. O participante precisa conseguir se comunicar em inglês e ter interesse em decifrar esta potência gigante. A viagem acadêmica acontecerá entre os dias 12 a 21 de janeiro de 2015 nas cidades de Pequim e Xangai.

É com o intuito de estender fronteiras do conhecimento e relacionamentos binacionais e globais que a edição de 2015 foi lançada. O programa terá programação e atividades semelhantes as do último intercâmbio que foi realizado no início deste ano: além das visitas à empresas e atividades acadêmicas, serão realizados passeios culturais diversos, desde uma caminhada pela famosa Muralha da China, passando por visitas ao mercado da seda à uma comunidade rural chinesa, ao Pavilhão de Urbanização de Xangai. Os participantes usufruirão da cerimônia do chá, passeio ao Templo do Céu, Cidade Proibida e Praça da Paz Celestial, além de espetáculos opcionais da Ópera de Pequim e show de Acrobatas de Xangai.

O programa é realizado em parceria com a Campus Brasil, agência de Study Tours especializada em turismo acadêmico. Uma das universidades visitadas durante a viagem é a Peking University, considerada uma das 100 melhores universidades do mundo e uma das cinco melhores da Ásia.

Saiba mais sobre o programa Discovering China.

foto 8

Alunos do Discovering China 2014

Fiquei impressionada com a linha de produção de uma siderúrgica – caminhamos por 1km e meio ao longo do processo, podendo perceber cada etapa – Jessica Kamachi, estudante de Administração da ESPM-SP.

Durante a segunda edição do programa que ocorreu em janeiro deste ano, seis estudantes da ESPM e quatro de outras instituições de ensino superior participaram do programa Discovering China 2014. programação incluiu aulas em universidades, visitas a empresas e passeios culturais por Pequim e Xangai. Coordenei o programa que visa lançar um olhar sobre as oportunidades e desafios de negócios na Ásia, sob uma perspectiva brasileira. Logo no primeiro dia visitamos a Embaixada Brasileira em Pequim, que nos deu um panorama geral das relações comerciais e políticas entre Brasil e China; percebemos que ambos países possuem muita vontade de intensificar seus laços, porém as barreiras culturais para negócios ainda são um desafio.

Ao longo de 10 dias, visitamos empresas dos mais diversos ramos de atuação, como a de tecnologia Digital China, responsável por aplicativos do programa “Smart Cities” do governo chinês; Mengniu, empresa de laticínios com sede na Mongólia Interior; Shanghai Volkswagen, uma joint-venture alemã-chinesa focada na produção de veículos automotores; e Bao Steel Corporation, a maior do ramo na China e considerada uma das maiores siderúrgicas do mundo.

Outra universidade visitada foi a Beijing Technology and Business University – BTBU, uma conceituada instituição de Pequim, com aproximadamente 14 mil alunos entre graduação e pós-graduação. Após a visita à BTBU, as primeiras tratativas para um acordo bilateral entre as duas instituições se deram início e após negociação, uma delegação formada por professores e dirigentes da universidade chinesa esteve na ESPM para avançar em um acordo de cooperação acadêmica com possibilidades de intercâmbio de pesquisadores e professores.

“Este já é o terceiro intercâmbio que faço pela ESPM. Acredito que um dos grandes diferenciais da escola são as inúmeras possibilidades de intercâmbios de curta e longa duração ao longo da graduação; já participei pela ESPM de estudos nos EUA, Espanha e agora este da China – sensacional! Atualmente faço estágio em uma farmacêutica em São Paulo, e sinto que essas experiências acrescentam muito em meu currículo”, relatou Mariana Martinez, aluna do nono semestre de Administração da ESPM-SP.

A International Connectors apoia este programa. Participantes que colocarem na ficha de inscrição que ficaram sabendo sobre o programa através da Internatonal Connectors terá um desconto de 100 dólares americanos na taxa de inscrição.*

*Desconto não válido para alunos da ESPM

Sobre o autor

Cesar Alves Ferragi (Zare) é Doutor e Mestre em Administração Pública pela International Christian University, localizada em Tóquio, no Japão, com reconhecimento pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Prof Dr. Ferragi se formou em Estudos da Paz e Resolução Conflitos pela Universidade das Nações Unidas, no Japão, e participou de programas conjuntos de intercâmbio e pesquisa pela Universidade do Texas em Austin, EUA; Universidad de La Habana, Cuba; Instituto Tecnólogico e Autônomo do México, México; e da Universidade de Tartu, Estônia. Atualmente é professor de Relações Internacionais da ESPM, com foco em negociação e no Leste e Sudeste da Ásia, e atua como Assessor Acadêmico de Internacionalização da ESPM, sendo o Coordenador Institucional do programa Ciência sem Fronteiras.

Advertisements

Comentários

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s